O Futebol Que Não Se Vê

Pitaqueiro Convidado: Marcelo Azevedo

 

A tocha olímpica já foi acesa e a contagem regressiva para o maior evento esportivo começou.

Obviamente não estou falando de nenhuma Copa. Ok, COPA cabana também será “berço esplêndido” deste espetáculo. Sim, inacreditavelmente estou me referindo às Olimpíadas.

Agosto bate à porta e minha ansiedade não está pelo bi dos “braços fortes” de Zanetti. Ou se o “belo, forte e impávido” aedes, atleta “de ponta”, tricampeão nas categorias dengue, zika e chikungunya, prestigiará ou não o evento.

Meu anseio está por conta da possibilidade do inédito tetracampeonato olímpico da Seleção Brasileira de futebol.

Estou confiante. Também, não poderia ser por menos, estamos invictos há 9 anos. Isso mesmo, 9 anos! Não perdemos desde um clássico com a Argentina (logo ela) em 2006.

Em 1998, a França passou longe de levar o Mundial. Deu Brasil (até como sede)! Ganhamos nada mais, nada menos que da seleção de nossos hermanos, a Argentina (olha ela de novo aí).

Em 2002, não é novidade para ninguém, fomos campeões de novo. Mas Ronaldo nem entrou em campo no decorrer deste Mundial.

Em 2004, finalmente o Ouro do “sonho intenso” da Olimpíada. Foi um “raio vívido” e vivido, repetindo-se em 2008 e 2012.

Esqueci de citar… ainda houve o tri mundial em 2010. E, em 2014, além de passarmos longe dos 7×1, ainda faturamos o tetra. “Mitamos”!

Assim como a torcida do Internacional de Porto Alegre, podemos dizer que somos campeões de tudo. E, ainda, podemos “bradar retumbantemente” que o melhor jogador do mundo é brasileiro. Só para variar, o nome dele começa com a letra “R”: Ricardo Steinmetz.

250px-Ricardinho_Perfil

Estranhou o nome? Eu também….

Perdoem-me, mas não estou falando da Seleção Brasileira que a mídia nos mostra.

Estou me referenciando e reverenciando a Seleção que ainda joga futebol com a alma e o coração; a Seleção do Jeffinho, Ricardinho e do técnico Fábio Vasconcellos.

Falo dos jogadores que ainda têm o Brasil como a sua ” terra adorada”, apesar de não os sermos “a pátria mãe gentil”…

Silêncio, por quê…

Falo de uma Amarelinha que apesar de fazer questão do barulho da torcida, pede gentilmente que a mesma só o faça se a bola estiver parada ou dentro da rede;

Discorro da Seleção onde os técnicos só podem conversar com seus jogadores se os mesmos estiverem no campo de ataque;

Cito a Seleção que a visão da bola e das traves só é acessada pelos olhos da audição;

Salve os goleiros que, de forma nítida, têm o privilégio de assitirem à sua frente o espetáculo da vida;

Ressalto a Seleção tricampeã olímpica e tetra mundial;

A Seleção onde os traumas passam bem distantes de quaisquer lembranças nigerianas, mexicanas, holandesas ou alemãs. Os únicos traumas aqui são físicos e/ou visuais e, ainda assim, parecem não existir;

Nesta Seleção, os jogadores são “gigantes pela própria natureza”;

Refiro-me à Seleção brasileira de futebol de 5…

Que vai fazer você pensar duas vezes antes de chamar seu companheiro de pelada de cego, após ele furar aquela bola que seria gol certo.

E, independentemente se faremos Olimpíadas ou Olim”PIADAS”, a justiça do futebol erguerá sua “clava forte” e presenciaremos o tetracampeonato paralímpico deste grupo, formado por jogadores que “não fogem à luta”.

Eles são “cegos”, ou melhor, deficientes visuais. Mas nós – e a mídia – preferimos enxergar um mosquito a vê-los.

 

cegos

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O Futebol Que Não Se Vê

  1. Álvaro Martins disse:

    Excelente texto. Bem lembrado, ja que infelizmente para a mídia isso não daria ibope. Esses dlsim são dignos de respeito e de reconhecimentos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s