Que Vença o Fluminense!

Por Alan Parada

 

LEVIR

 

Não gosto de teorias conspiratórias e muito menos de falar tomando como base o que ouvi ou li na internet, sem ser de fontes confiáveis. Sinto-me como massa de manobra, proferindo verdades sobre o que não sei. Não sou repórter para dar notícias, sou apenas um apaixonado escrevendo linhas tortas sobre aquilo que amo, que é o esporte em geral e, mais especificamente, o futebol e, mais a fundo ainda, o meu Fluminense.

No último sábado começaram a pipocar informações dando conta que o maior jogador que vi com a camisa do meu time estaria saindo por não gostar do treinador. “Ou ele ou eu”, afirmaram fontes da imprensa. Nesse tempo vi especulações sobre uma possível ida ao Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Inter, Cruzeiro e Galo, além de mercados da China e Estados Unidos.

O fato é, Fred está insatisfeito e, segundo o Presidente do Fluminense, precisa refletir.

Não se sabe ao certo qual é o teor da insatisfação. Se é com as constantes substituições, com a seca de gols, com a nova filosofia de trabalho adotada, com alguma declaração do Levir ou alguma outra situação ainda não especulada.

Levir disse que não conversou com o jogador e não entende o que se passa, mas está aberto ao diálogo e conta com o atleta.

Ora, amigos, não existe bobo no futebol, como já pregou o outro…

Levir sabe o que fez. Sabe o motivo do Fred estar irritado. E o craque, por sua vez, como dono do terreiro que sempre foi, reclamou com o presidente sobre a situação atual.

Então temos 3 atores, onde 2 estão errados:

O Levir, pois chegou agora e não está tendo tato e percepção sobre onde está pisando para conquistar o grupo e, principalmente, seu líder e capitão. Essa atitude na liderança deixa o ambiente ruim, pois ninguém saberá ao certo como agir com o treinador. Será que os jogadores sentirão confiança em dialogar com ele? Será que o ambiente só está bom por conta das vitórias? Jogador de futebol é complicado. Tem muito jogador bom que não sabe lidar com derrotas e má fase;

O Fred, que ficou de birra. Ele é veterano, capitão e ídolo do clube. Teria o respaldo do time e da torcida se soubesse conduzir a situação. Arrumar briga assim, em véspera de decisão, é um tiro no pé e, já de cara, dividiu a torcida, que não sabe mais se quer ou não que ele fique;

Temos o único que se saiu bem, por enquanto, nisso tudo:

O Presidente, pois foi o único a se pronunciar claramente e, na minha opinião, acertou nessa confusão criada. Admitiu existir um problema, ainda não tem a solução para ele e jogou a bomba no colo de quem a criou, ou pelo menos a explodiu. Fred precisa “refletir” e resolver sua insatisfação, seja com o Levir, seja com quem ou o que for para voltar a jogar e se manter no clube.

Administrar um grupo é muito complicado. Só eu sei o que passo com o Inter Carioca (time amador de FUT7) e seus problemas no grupo de jogadores e comissão técnica. Imagine em um Fluminense.

No rascunho deste post havia uma reclamação ao presidente. Mas, ouvindo suas palavras hoje, percebi que ele não está tão errado neste caso. Queriam tanto uma posição da instituição e ela veio. Colocou a bola na mão do Fred, dizendo claramente que ele deve resolver a situação.

Quer continuar e conversar para resolver o problema? Venha!

Não quer? Então fique treinando separado e aguardando propostas.

Confesso que tenho medo de como será tratada a situação numa eventual saída do ídolo. Um movimento errado poderá custar caro à imagem do jogador, quanto a sua história, e à credibilidade da instituição.

Um clube grande é moldado sobre 3 alicerces, que constroem sua história e estão interligados:

Títulos, Torcida e Ídolos.

Títulos nos trazem torcida e moldam ídolos;

Ídolos conquistam títulos, criando torcida;

Torcida consagra ídolos e leva a títulos.

Os 3 juntos montam o peso de uma camisa. Camisas pesadas possuem títulos, torcida e ídolos. Sem um dos 3 a camisa perde peso. Sem nenhum, o clube não bota medo em ninguém.

Eu, como torcedor, penso primeiro no Clube e vejo que o melhor seria ter o Fred bem, cooperando com o Levir e voltando a levar o Flu às glórias, depois de 3 anos de seca.

Se não tiver como, que siga o jogo. E que vença o Fluminense!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s