Advogado do Diabo

Por Valdez Gomes

advogado do diabio

No episódio anterior…

Assistimos a travessia, o choque, a apelação, o argumento, o contra argumento e o veredicto da Justiça Divina. Trago agora a verdade dos fatos da Justiça dos homens.

Não foi no Aterro do Flamengo, Enseada de Botafogo ou rua das Laranjeiras. Quis o destino que  Zé Maria tivesse o derradeiro encontro com nosso saudoso Moacir, ali, no mais íntimo lugar para o finado, a rua Campos Sales, berço tijucano do seu time de coração. A poucos metros da porta da antiga sede do seu querido América.

Do outro lado da rua, no bar de esquina, dois advogados bebiam, falavam amenidades, faziam uma breve resenha do jogo do Fluminense e assistiam a mais uma sofrida partida do Campeonato Brasileiro.

“Que partida do time e que belo gol desse menino! Como é mesmo o nome dele, Dra. Mendonça ? ” Perguntava entusiasmado Dr. Ferreira, bem no meio do jogo do Vasco.

“Marcos Jr, Ferreira!”, respondeu impaciente com a prosa que entrecortava o sofrido jogo do seu cruzmaltino.

O garçom, Cadu, um tanto quanto alcoviteiro, oferecia mais uma ampola gelada e dava seus pitacos no jogo do bacalhau, seu maior algoz naquele ano. Àquela altura, o time visitante já empatava o jogo com uma penalidade pra lá de duvidosa, quando nos minutos finais, eis que uma bola é levantada na área do time de verde, no mesmo instante em que Moacir, distraidamente atravessa a rua e POW! O som seco não deixava dúvidas, foi interceptado em meio à trajetória que fazia. A questão que fica é se houve ou não intenção no lance.

Com olhos grudados na tela da TV, Dra. Mendonça esbraveja:

“Safado! Como não viu?! Todos viram!”

Mais comedido, Dr. Ferreira, estarrecido com o ocorrido na rua, disse:

“Pra ser sincero, Dra. Mendonça, eu só ouvi o barulho do choque e quando vi, já havia acontecido. Não posso afirmar de quem foi a culpa ou se houve dolo.”

Tomada pela ira de ter sido claramente prejudicada, em sua interpretação do lance, Dra. Mendonça dispara:

“Está de Sacanagem, Dr. Ferreira?! Como não viu o lance?! Steve Wonder, de olhos fechados, marcaria esse pênalti! O senhor, por favor, deixe de clubismo e admita, que fui garfada. O camarada ergueu o braço com a clara e manifesta intenção de cortar a bola!”

Atônito, Dr. Ferreira esbraveja:

“Puta que pariu, Dra. Mendonça! O sujeito acaba de ser morto na sua frente e tudo o que o senhora consegue ver é a determinação do apito?! Onde anda sua compaixão?!”
Desconcertada, Dra. Mendonça, pediu desculpas e se justificou dizendo que o calor do momento a cegara.

Atento a tudo e a todos, Cadu, o garçom antenado interrompe o mal entendido e  discorre sua tese:

“Como pode? Seu Moacir não fazia mal a ninguém! Gente fina, boa praça. Até agorinha mesmo estava aqui, vivinho da Silva e agora, tá ali estatelado. Num teve tempo nem de estribuchar. E os senhores aí, cheios de lesco-lesco. A questão é uma só, não tem muita ópição, é curto e grosso… Se o camarada teve intenção de atrupelar seu Moacir, de maneira dolorosa ou com culpa no cartório, pouco importa. Seu Moacir morreu e isso não muda nada. “Sem querer”, também arregaça e mata. Quem vai dizer o contrário pra viúva Dona Ana? A mesma tioria se aplica ao jogo, bateu na mão se foi pur querê, di propósito ou intonce se deu carrinho na bola e acertô o cabra, que diferença faz? É falta, pênalti! É claro que tem acidente acidentado e acidente provocado. Mas isso, os Dotô intendi milhó que eu, né mesmo ?”

Então, enquanto os advogados se entreolhavam, Cadu sapecou:

“Vai mais uma ampola aí, enquanto o rabecão não chega e o Vasco não cai?”

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Advogado do Diabo

  1. Marcelo Abreu disse:

    Sensacional texto!! Pena que só tenho duas mãos para bater palmas!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Danubia disse:

    Excelente texto!!!

    Curtido por 1 pessoa

  3. MENDONÇA, Leonardo disse:

    Foi uma bela história com ótimos personagens. Estamos honrados com a homenagem… Desejo a vocês um verdadeiro crescimento e descoberta como escritores. A tal Dra Mendonça está abismada e feliz com a lembrança. O Ferreira é foda, sempre muito frio mas com um coração imenso. Parabéns especialmente a você Valdez, sempre tão bem falado e criativo.

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigado pelos votos, Leonardo.

      Estamos de fato nos descobrindo. Tem sido divertido trocar experiências e externar nossos Pitacos.

      Ferreira é muito generoso, não leve tão ao pé da letra o que diz a respeito desse Pitaqueiro aqui. 😉

      Gostaria de um dia postar seu Pitaco por aqui, seria um enorme prazer!

      Grande Abraço;

      Valdez

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s