Rasgando Seda

Texto por: Valdez Gomes

Esse breve post deveria ter sido o texto inaugural do blog, mas escrever sob encomenda é sacal. Por isso, abri mão dessa tarefa e deixei que meus amigos o fizessem. Puta falta de compromisso com o blog que lancei lá em meados de 2009!

Mas eu funciono assim, no improviso, nas coxas, como popularmente dizem. Não por acaso, estou agora às 3h:17min escrevendo essas linhas. Sabe aquele clic ? Pois é, me veio agora!

Cerca de uma semana após reabrir as portas do Pitacos Ácidos, depois de ler com atenção cada linha postada por meus três amigos, senti-me na obrigação de apresentá-los a quem não os conhece e explicar de forma sucinta, como e porque resolvi chamá-los para se juntarem a mim e reativar a máquina das palavras e pensamentos que temos aqui.

O Idealizador

O Pitacos Ácidos nasceu da sugestão de um cara que eu tenho orgulho de dizer que, inusitadamente, estendi minha mão e pedi a sua em amizade.
Lembro como se fosse hoje. Estávamos na Lapa, numa noite de sábado. Eu com uma garrafa de água mineral nas mãos, percebendo o desconforto dele naquele ambiente, virei para ele e disse:
– Gabriel, tô vendo que você não tá na vibe, vá para casa. Mas olha, me deixa ser teu amigo.

Acho que daquele dia em diante, conquistei sua amizade como um namorado que conquista sua noiva. Por mais gay que isso possa parecer, não foi!

Pois bem, tempos depois esse cara vira pra mim e diz:
– Por que você não cria um blog e escreve o que pensa ? Eu criei um para mim, faça o mesmo. É super fácil!

Gostei da sugestão e comecei a escrever algumas linhas. Detalhe, ele parou no terceiro post, eu ainda insisti um pouco mais.

O Entusiasta

Conheci esse cara numa viagem do 457, que ia do Cachambi até Botafogo. Trabalhávamos na mesma empresa, em equipes e andares diferentes.

A música nos aproximou. Certo dia, numa dessas viagens de 457, eu ia ouvindo e cantarolando alguma música do Los Hermanos e dali em diante a identificação foi rápida. Ele ouviu, puxou assunto e fomos conversando até o nosso destino. Descobrimos afinidades, trocamos figurinhas nesses 30 minutos de viagem e passados dois anos, escolhi esse cara para apadrinhar minha filha. Dayvid sempre me incentivou a escrever e, com seu olhar peculiar, me dava os bizus que só aos poetas convém.

O Sopro de Juventude

Esse é o caçula do Pitacos Ácidos, mas apenas na idade. Embora tenha saído da puberdade outro dia, Victor escreve como gente grande. É um veterano de vinte e poucos anos, com bagagem em blogs de Rock and Roll.

Esse rapaz me deu o empurrão que faltava para retomar a pena e a tinta. Muito embora tenha me cozinhado por um tempo, foi esse cara que meteu a mão na massa e pôs nosso bloco na rua, ou melhor, nosso blog no ar.

E o que todos temos em comum ? O desejo de expor nossos pensamentos e devaneios sobre tudo que cerca o esporte.

Em tempo, vale dizer que até mesmo num “ambiente hostil ” de trabalho como o das Telecomunicações, é possível cultivar amizades e manter seu senso crítico com assuntos que nos cercam além da escovação de bits.

Entrem, fiquem a vontade, afinal, somos todos Pitacos!

sob nova direção

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Rasgando Seda

  1. Caroline Ferreira disse:

    É DISSO QUE EU ESTOU FALANDO! Gostei da idéia e da influência de cada um de vocês para o retorno do blog… Linguagem, enredo, histórias, vínculo e resultado muito bacanas! Altere o título da posta em para “Alugo meu amigo”. Valdez, aproveite os estalos noturnos! Conte suas histórias… Vamos…
    Obrigada pela indicação e muita cautela quando o pitaco for negativo ao meu Vasco da Gama.

    Curtido por 1 pessoa

  2. alanparada disse:

    Finalmente, camarada!
    Aprendi que a gente não pode deixar de dizer o que pensa, mesmo que sejam “Pitacos Ácidos”!
    Boa “volta”, que vcs mantenham o trabalho por muito tempo!
    Gostei da história e da importância de cada um para o blog.
    Vida longa!!!
    Abraços!

    Curtir

  3. Caroline Ferreira disse:

    Rasgando seda, parte II.
    Adorei as apresentações e espero que escrevam bastante sobre meu Vasco. Parabéns pela iniciativa… Vamos discutir, polemizar, explicar, detalhar […] o pouco prazer que nos resta discutir futebol e os outros esportes também! Afinal de contas, acredito que podemos ter chegado ao fundo do poço. Nunca estivemos tão mal representados em todas as áreas deste país… Quero sugerir, depois, alguns temas a você, Valdez. Quero ler muita coisa boa no blog!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s